Notícias da Feira

Inspeção adequada previne acidentes e tragédias em prédios novos e antigos

Circuito de Palestras do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul (CAU/RS) ocorreu durante o primeiro dia da 17° edição da Construsul – Feira Internacional da Construção e debateu como arquitetos e urbanistas devem realizar inspeções prediais

A importância da inspeção predial correta para evitar tragédias e acidentes em prédios novos e antigos foi um dos temas do Circuito de Palestras do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul (CAU/RS), que ocorreu na tarde desta quarta-feira (06/08), durante a 17° edição da Construsul – Feira Internacional da Construção. O objetivo da entidade foi debater qual é o papel do arquiteto e urbanista na prevenção de tragédias.

– Nossa idéia foi discutir os problemas mais comuns da nossa área, desde o Plano de Prevenção e Combate ao Incêndio (PPCI), até a importância da inspeção predial para o trabalho do arquiteto. Acredito que o encontro de hoje foi muito construtivo – ressaltou o presidente do CAU/RS, Roberto Py Gomes da Silveira.

De acordo com o arquiteto e urbanista Geraldo Ozio, a inspeção predial é pouco executada por arquitetos e urbanistas, apesar da extrema relevância que este trabalho apresenta para a sociedade.

– Nossa missão é difícil, pois não temos como obrigar os síndicos a procurarem a inspeção predial, apesar de tantas normas e leis sobre segurança. Todos os prédios deveriam ter um plano de manutenção. Sempre que ocorrem acidentes e tragédias, as pessoas verificam como está o PPCI dos prédios. Mas essa ação deveria ser constante, não apenas quando ocorrem sinistros – afirmou Geraldo Ozio.

O profissional informou que muitos dos prédios de Porto Alegre, por exemplo, são de 1930 ou 1940 e passam apenas por manutenções simples. Quem também deve se preocupar com a inspeção predial são compradores de imóveis, evitando futuras dores de cabeça para os proprietários.

Como proteger edificações através do PPCI foi o tema da palestra do arquiteto e urbanista Ednezer Flores. Segundo o especialista, as execuções dos planos de prevenção e de combate ao incêndio devem nortear a saída com segurança das pessoas.

– Um projeto de arquitetura deve prestar atenção em dois fatores principais de segurança: as possibilidades de saídas e os compartimentos do prédio. Tendo isso, o PPCI é praticamente garantido – destacou Ednezer Flores.

Mais de 300 profissionais do setor estiveram presentes no Circuito de Palestras do CAU/RS na Construsul. Outros assuntos abordados foram as normas de reformas, que exigem a liberação de um profissional capacitada, como um arquiteto ou um engenheiro. Além disso, os presentes debateram a fiscalização georeferenciadas e o uso de drones para esse serviço.

A Construsul, promovida pela Sul Eventos Feiras Profissionais, acontece até o dia 9 de agosto nos pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo.

Redação: Mariana da Rosa / Coordenação: Marcelo Matusiak
PlayPress Assessoria de Imprensa
Fones: (51) 3361.6016 / (51) 8536.0690 / (51) 8536.0691

 

By |07/08/2014|Comentários desativados em Inspeção adequada previne acidentes e tragédias em prédios novos e antigos
Translate »