Construção civil é aposta para retomada do crescimento econômico

Construção civil é aposta para retomada do crescimento econômico

Considerada a maior feira de negócios na construção na região sul e uma das maiores da América Latina, Feira Construsul abriu as portas esperando um público aproximado de 45 mil pessoas até sábado (05/08)

A abertura da 20ª edição da Construsul – Feira Internacional da Construção foi marcada pelas manifestações de reconhecimento ao setor como um importante instrumento na desejada retomada econômica do país. O segmento pode funcionar como uma mola propulsora de emprego e renda.

– Aqui estão os empreendedores que geram riqueza para nosso estado e para nosso país. O que está sendo construído permite que possamos desejar um 2018 e 2019 melhor do que o que estamos vivendo. Vivemos em um país continental e como empresários queremos avançar – afirmou o vice-governador José Paulo Cairolli, que esteve presente na solenidade de abertura.

O diretor da Sul Eventos, Paulo Richter, lembrou das duas décadas de feira e destacou que os expositores estão otimistas com a retomada da economia para os próximos anos.

– A Construsul está completando vinte anos e vamos seguir construindo a feira cada vez melhor. Somos uma empresa gaúcha, organizando um evento gaúcho no solo gaúcho e isso nos orgulha muito. Conversando com os expositores, percebemos que eles estão otimistas com os negócios. Não é a Sul Eventos a responsável pelo sucesso da Construsul, mas as entidades, os expositores e as pessoas que nos apoiam e que colocam a energia necessária para a máquina trabalhar – avalia Richter.

A prefeita de Novo Hamburgo, Fátima Daudt, ressaltou a importância econômica para o município receber um evento do porte da Feira Construsul.

– Sem dúvida tem uma importância muito grande para cidade e é bom lembrar que quando falamos em construção civil, não nos limitamos ao setor especificamente. Quando se constrói um apartamento, por exemplo, precisa-se mobiliar e decorar, então há toda uma movimentação econômica no entorno disso – afirmou.

O setor alimenta uma grande expectativa por medidas políticas e econômicas que auxiliem a promover a tão esperada retomada do crescimento.

– Esperamos que o Congresso Nacional resolva essa crise política e desejamos que o país volte a pensar no crescimento econômico. Queremos que os políticos se concentrem nas reformas que precisam ser feitas. Não há mais estrutura para pagar salários e aposentadorias absurdas, diante de um cenário de um país absurdamente arrecadador – afirmou o presidente do Sinducon-RS, Ricardo Antunes Sessegolo.

O representante da Assembleia Legislativa, Tarcísio Zimmermann, manifestou a grande satisfação com a realização do evento.

Uma das atrações no primeiro dia foi o 5º Seminário de Inovação e Tecnologia da Construção Civil promovido pelo Sinduscon-NH. O objetivo central do encontro foi provocar uma mudança que precisa ser feita em empresas ligadas à construção. A metodologia usa um conjunto de softwares e processos que ajudam a planejar e avaliar melhor os materiais.

– Hoje é possível fazer um planejamento visual que até pouco tempo era menos presente nas obras. Consegue-se extrair orçamentos em um tempo muito menor. É preciso saber usar essas informações usando a tecnologia como base nessa mudança – explicou o consultor da RS Consultoria, Rogério Suzuki.

A 20ª Construsul acontece entre os dias 2 e 5 de agosto, na Fenac, localizada na Rua Araxá, n° 505, em Novo Hamburgo (RS), das 14h às 21h de quarta a sexta-feira e das 11h às 18h no sábado.

Redação: Marcelo Matusiak e Mariana da Rosa | Coordenação: Marcelo Matusiak | Fotos: Felipe Ribeiro / Guilherme Gargioni
By |02/08/2017|Comentários desativados em Construção civil é aposta para retomada do crescimento econômico
Translate »